O Sem Choro é um Guia Infantil voltado para os pais. A Criança é o tesouro. Nós somos o mapa.

Em tempos de isolamento social, startup mineira conquista mães ao oferecer opção de chá de bebê online

Dicas

O serviço, já utilizado por mais de 105 mil mães, viu sua demanda crescer desde o início do isolamento social no Brasil

Em decorrência da pandemia do novo coronavirus, o que era pra ser um momento especial na vida de muitas gestantes, acabou se tornando motivo de preocupação. Além da ansiedade e insegurança, que já são comuns na gestação, a nova realidade aumenta a preocupação com a saúde do bebê, que inclui problemas para manter o pré-natal e exames de rotina, as mães ficam preocupadas por não conseguirem ensaios fotográficos, encontrar familiares e amigos para celebrar a chegada do filho e possuem dificuldades para fazer e organizar o chá de bebê.

Com o objetivo de ajudar as mães realizarem o chá de bebê e fralda online, a Startup EuNeném, há cinco anos no mercado, cai ainda mais no gosto das famílias que desejam fazer a comemoração sem sair de casa. Com o isolamento social e a impossibilidade de fazer uma festa presencial, as famílias optam pelo chá de bebê online, através de uma plataforma lúdica de compra de presentes. A EuNeném, com o crescimento exponencial das relações virtuais, permite que os laços de família e amizade não percam forças em um dos momentos mais importantes da vida de uma família: o nascimento de um bebê.

A EuNeném funciona da seguinte forma: o convidado do chá de bebê escolhe um presente virtual, que simboliza o que gostaria de dar, e a mãe recebe o valor dos presentes em dinheiro. Dessa maneira, ela pode usar o crédito para comprar o presente recebido ou outra coisa que esteja precisando no momento. No período de pandemia, a plataforma reforça ainda mais essa ajuda para as mães, já que não podem sair para trocar o presente repetido e até mesmo aquele que não combina com o enxoval. Para o CEO da Startup Ricardo Basques, logo que começou o isolamento social, a EuNenén entendeu que teria um papel diferente na vida das mães.

“Antes, a EuNeném era uma estrutura que complementava e ajudava as mães, quando muitas pessoas não poderiam comparecer fisicamente no chá de bebê, e presenteavam por meio do site. Hoje, com o isolamento, entendemos que há uma mudança comportamental na vida das famílias. E, já que o chá faz parte da cultura de quase todas as mães, nossa startup não poderia deixar de se preocupar ainda mais com o bem-estar dos nossos usuários, em um dos momentos mais importantes de suas vidas”, explica Basques.

A Ana Lúcia Zanzini, que está à espera de Isabella, faria a festa do chá de bebê em maio. No entanto, por causa do coronavírus, tiverem que cancelar a comemoração presencial e optar pelo chá de bebê online. “Mesmo longe, meu esposo e eu gostaríamos, de alguma forma, que nossa família e amigos participassem da chegada de Bella, criando esse vínculo desde agora. E, depois de muitas pesquisas, optamos pelo EuNeném, que nos mostrou segurança e confiabilidade para a realização do chá virtual. Nos sentimos confiante com relação ao suporte de atendimento e o melhor: todos meus amigos e família amaram a ideia dessa nova modalidade de chá, que se encerra no dia 20 de maio. Em tempos de crise, é sempre importante inovar e pensar que nunca estamos sozinhos. Então, desde o início, apostamos nesta ideia do online, que está tornando este momento inesquecível, mesmo com os desafios”, relata Zanzini.

 

Inovação, expertise e interesse pelo aprendizado

De acordo com Ricardo Basques, o aprendizado adquirido em diversos programas internacionais de Startups, a exemplo do Seed Minas Gerais e Startup Chile, ofereceu muitas possibilidades para a Euneném. “A busca constante por novos conhecimentos e a preocupação em sempre entregar o melhor resultado aos usuários da plataforma, mesmo em condições adversas como a pandemia da COVID-19, fez a nossa equipe entender como construir um ambiente virtual com boa usabilidade, lúdico e que agrade a todas mães. Hoje, para se ter ideia, por meio de pesquisas realizadas com nosso público, somos a ferramenta de chá de bebê que as mães mais recebem presentes no país”, destaca.

A mudança de hábitos a partir da pandemia do COVID-19 está refletindo em diversos setores e um deles é o e-commerce. Dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) informam um aumento em até 180% nas transações de algumas lojas online. O e-commerce já estava acostumado a crescimentos anuais na casa dos 20% no Brasil, mas a quarentena levou a um fenômeno diferente: a busca por novos produtos e serviços, como o chá de bebê virtual. Desde o início do isolamento social, Basques conta que sua equipe aumentou e o número de acessos também. “Tínhamos cerca de 1800 chás no sistema por mês e, hoje, a EuNeném tem 12 mil por mês. O número de presentes transacionados cresceu 18 vezes desde o início da pandemia. Com isso, nosso número de colaboradores também cresceu”, diz.

 

Funcionalidades gratuitas

Basques explica que a base do EuNeném é gratuita, ou seja, todos podem criar uma lista de presentes. E, somente quando um presente é recebido, a plataforma cobra uma taxa de serviço no momento da transação. “A mãe não tem nenhum gasto usando a ferramenta”, pontua. Além da lista e compra de presentes, Basques conta que o site tem dois sistemas adicionais que, com a pandemia, se tornaram gratuitos para as mães usarem no chá de bebê. “Antes do isolamento social, cobrávamos pela geração de convites personalizados e pelo gerenciamento do controle de envio e recebimento dos convites. Entendemos que as gestantes precisam da EuNeném mais do que nunca e, por isso, resolvemos liberar essas funcionalidades para serem totalmente gratuitas”.

Segundo Basques, a pandemia vem exigindo um novo papel do universo online, pois passou a ter um peso muito grande na vida das pessoas. “Através do online conseguimos ver quem amamos, comprar o que precisamos, ouvir músicas, assistir filmes e consumir infinitas possibilidades de serviços essenciais para o momento. Hoje, de modo especial, é o mundo online que nos ajuda a minimizar um pouco esse sofrimento que o isolamento social trás. Como empreendedor da área digital, entendo que a minha função social deve mudar de acordo com o contexto vivido. E é por isso que a EuNeném quer levar ainda mais conforto, carinho e “vida normal” para as famílias à espera de um bebê. E, quando digo vida normal, estou me referido ao momento de pandemia, que nos mostrou ainda mais formas de levar amor a quem precisa”.

Comentários

Open chat
Precisa de ajuda?
Olá, você está visitando a página: Em tempos de isolamento social, startup mineira conquista mães ao oferecer opção de chá de bebê online.
Somos um Portal de conteúdo e divulgamos milhares de informações para pais. Podemos ajudar em algo?
Powered by