O Sem Choro é um Guia Infantil voltado para os pais. A Criança é o tesouro. Nós somos o mapa.

Maternidade e quarentena

Maternidade, Paternidade, Saúde e Bem Estar

O cenário causado pela pandemia – isolamento social, crianças sem ir à escola, trabalho home Office – tem causado muita ansiedade nos papais, em geral, e agora se reinventar e olhar para si mesmo e suas relações nunca foi tão importante.

Olá, Papai e Mamãe! Tudo bem?

Como vocês estão nesse período de quarentena?

Esse mês*, tradicionalmente, a minha conversa é com as mamães. Primeiro quero parabenizá-las pelo seu dia (esse ano comemorado dia 10 de maio), desejar muito amor e resiliência a vocês. Sinta-se abraçada por mim.

O cenário causado pela pandemia – isolamento social, crianças sem ir à escola, trabalho home Office – tem causado muita ansiedade nos papais, em geral, e agora se reinventar e olhar para si mesmo e suas relações nunca foi tão importante.

Imagino que esse foi um dia das mães diferente para muitas mamães e seus filhos. Para mim mesma este foi o primeiro ano que não passei o dia das mães com a minha mãe. Muitas mamães que também são filhas não puderam estar presente fisicamente com suas mães; filhos pequenos que precisam manter um afastamento durante um tempo, para aquelas mamães que estão trabalhando na linha de frente contra a COVID-19.

Toda essa situação causa angústia, tristeza, ansiedade… É preciso lembrarmos que essas medidas são tomadas para a proteção e bem maior de todos, e em algumas situações, precisamos fazer o que é necessário e nem sempre o que queremos.

E em meio a isso tudo voltamos a um assunto recorrente quando falamos em maternidade: “culpa”. Tenho visto muitas mães se culpando por não ter tempo suficiente para os filhos; não conseguir ser produtiva no trabalho, cuidar da casa, dos filhos, do marido, dos pais, da família… e por aí vai.

Cuidar. Essa é uma palavra e um conceito que está muito vinculado a maternidade, ao feminino, e, geralmente, quando essa prática não é alcançada com sucesso, aí vem a culpa.

Se eu puder lhe dizer uma única coisa seria: se respeite, respeite seu tempo de processamento para toda essa situação. Pare, observe o que você tem agora e quais ferramentas você precisará lançar mão para passar por esse momento. É um processo muitas vezes difícil, que exige adaptação e gestão.

Eu não sei se você é casada, solteira, se está no puerpério ou se os seus pequenos já estão crescidinhos. Fato é que apesar de essa situação ter trazido certo desnorteamento, também pode ser uma oportunidade de se conectar de forma intensa com seus filhos. É cansativo? É! Mas também pode ser uma experiência maravilhosa.

Então o convite que eu te faço é: se acalme. Preste atenção nos seus filhos, no funcionamento da sua casa, do seu casamento. Talvez você se reencontre com a sua maternidade, com você mesma, com algo que se perdeu no meio de tanta rotina e “correria”. E quando tudo isso passar, não se esqueça desses dias, não se esqueça que seus filhos precisam de você, da sua presença, física e emocional.

Aproveite para cuidar de você também, só assim você poderá cuidar de quem você ama.

Um beijo e uma feliz descoberta a você!

*Aqui cabe uma mea culpa! Com a Quarentena e o isolamento com crianças, as pautas por aqui estão ficando acumuladas e era para esse texto ter sido postado em meados de maio. 🙏

_________

Amanda Ferraz-Portal Sem Choro

Amanda Ferraz, psicóloga infantil, graduada pelas Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros – MG, especialista em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Iseib de Belo Horizonte, Tutora EaD, Membro do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade e Psicóloga da Rede Psicoterapias. Em BH atua na clínica com atendimento para crianças, adolescentes, além de orientar e ministra palestras e cursos para pais.

Contato: amandafoliveira1@gmail.com • +55 (31) 97553-1837

 

 

Cadastre-se abaixo e receba as novidades do Sem Choro.


Comentários

Open chat
Precisa de ajuda?
Olá, você está visitando a página: Maternidade e quarentena.
Somos um Portal de conteúdo e divulgamos milhares de informações para pais. Podemos ajudar em algo?
Powered by