O Sem Choro é um Guia Infantil voltado para os pais. A Criança é o tesouro. Nós somos o mapa.

O uso da vitamina D para bebês

Bebê

A vitamina D está presente no leite materno, porém em quantidade insuficiente para as necessidades do bebê.

A vitamina D é um composto lipossolúvel que desempenha papel fundamental na homeostasia do cálcio e metabolismo ósseo, além de outras funções recém-descobertas, como regulação de genes, o que sugere que possa ter um papel em muitos outros processos fisiológicos.

O uso rotineiro de vitamina D em bebês é uma forma de prevenção do raquitismo, que é um distúrbio que provoca o enfraquecimento dos ossos na criança.

A ativação da vitamina D ocorre por meio da exposição aos raios UV, sendo necessário que haja exposição solar suficiente para que a vitamina possa ser incorporada. A vitamina D está presente no leite materno, porém em quantidade insuficiente para as necessidades desta faixa etária.

Devido principalmente a esses dois motivos, a suplementação de vitamina D é indicada para os recém-nascidos, a partir da primeira semana de vida. A quantidade a ser dada e o tempo de uso deve ser orientada pelo pediatra que acompanha a criança e avalia mês a mês as necessidades individualizadas da criança.

Procure sempre o pediatra para melhor orientação em ralação à saúde de seu filho.

 

__________


Marina Arantes Afonso, médica pediatra pela Sociedade Brasileira de Pediatria, realizou sua Residência Médica em pediatria pela rede Fhemig. Membro do Corpo Clínico do Hospital Vila da Serra. Se dedica aos cuidados das crianças há 10 anos e procura acolher a família e promover o melhor atendimento ao paciente, sempre com muito respeito, carinho e dedicação.
Contato: Clínica Primeiros Passos • primeirospassosclinica@gmail.com

 

 

Cadastre-se abaixo e receba as novidades do Sem Choro.


Comentários