O Sem Choro é um Guia Infantil voltado para os pais. A Criança é o tesouro. Nós somos o mapa.

Crianças rotuladas: quais impactos podem causar?

Desenvolvimento e Educação

O tema desse mês é sobre as crianças rotuladas. Em algumas situações podemos rotular as crianças, e mesmo sem perceber isso pode causar impactos na forma como elas se enxergam.

Olá, Papai e Mamãe! Tudo bem?

Primeiro texto de 2020 aqui na Sem Choro e estou animada em retomar esse contato com vocês por aqui.

O tema desse mês é sobre rótulos. Em algumas situações podemos rotular as crianças, e mesmo sem perceber isso pode causar impactos na forma como elas se enxergam.

Sempre que vocês quiserem chamar a atenção do filho de vocês por alguma atitude que vocês não gostem ou considere ruim, fale sobre esse comportamento, e não sobre a criança. Por exemplo, se seu filho tem o hábito de deixar os brinquedos espalhados pela casa, não diga: “você é muito bagunceiro! Nunca arruma seus brinquedos”; diga: “filho, vamos fazer um combinado?! Logo que você terminar de brincar, guarde seus brinquedos, assim, sempre que você precisar saberá onde encontrá-los”.

Perceberam a diferença no exemplo acima? Na primeira frase você o rotula com uma característica a partir de uma ação que ele fez; já na segunda frase você fala sobre a ação e ainda o educa, explicando qual atitude correta a se fazer.

A criança acredita no que os adultos dizem a elas e sobre elas. Se você diz que ele é bagunceiro, ele vai acreditar que realmente é e vai começar a agir dessa forma, porque na cabeça dele é isso que você espera que ele faça.

Outro ponto sobre o rótulo é que ele pode te cegar sobre alguma necessidade que o seu pequeno apresenta. Como assim? Por exemplo, se uma criança é rotulada de chorona, qualquer choro poderá ser desconsiderado, não olhando verdadeiramente para essa criança. Em muitos casos, o choro é uma forma de comunicação, de dizer que há algo de “errado” com esse pequeno, por isso é preciso ficar atento aos comportamentos do seu filho.

Agora você pode estar pensando: “E os rótulos positivos? Posso falar com meu filho que ele é inteligente ou bonzinho?” Vamos analisar sob uma outra perspectiva; quando você faz essas nomeações ao seu pequeno isso pode causar uma expectativa de sempre agir de determinada forma para agradar as pessoas. Crescer com essa concepção causa um sofrimento também, pois, quando ele ficar irritado ou tirar uma nota baixa (situações que podem acontecer), por exemplo, vai acreditar que ele tem algum problema. Isso pode influenciar na sua autoestima.

Então, de que forma agir?

Dicas do que pode ser feito para “substituir os rótulos”:

  1. Fale sobre o comportamento, nunca sobre o seu filho;
  2. Foque nas consequências. Se seu filho derramou suco ao se servir, ao invés de chamá-lo de desastrado, dê um pano para ele secar o que sujou;
  3. Ajude a criança a lidar com a situação. Se o seu filho apresenta dificuldade para interagir com outras pessoas, não diga que ele é tímido, ajude-o a vencer suas limitações;
  4. Tenha sempre em mente que rótulos são a sua maneira de interpretar a situação, não são verdades absolutas, nem são capazes de determinar quem somos. Para uma pessoa uma criança pode ser teimosa, para outra pode ser determinada, depende de que forma olhamos para a situação.

Quando rotulamos uma criança limitamos sua capacidade de amadurecer e se desenvolver. Seja paciente com seu filho. Lembre-se de que cada criança é única e cresce no seu tempo, evitar comparações também ajuda a evitar os rótulos.

Espero que tenha gostado do texto desse mês! Se tiver alguma dúvida, deixe aqui nos comentários que irei responder.

Um beijo e até a próxima!

 

_________

Amanda Ferraz-Portal Sem Choro

Amanda Ferraz, psicóloga infantil, graduada pelas Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros – MG, especialista em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Iseib de Belo Horizonte, Tutora EaD, Membro do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade e Psicóloga da Rede Psicoterapias. Em BH atua na clínica com atendimento para crianças, adolescentes, além de orientar e ministra palestras e cursos para pais.

Contato: amandafoliveira1@gmail.com • +55 (31) 97553-1837

 

 

Cadastre-se abaixo e receba as novidades do Sem Choro.


Comentários

Enviar Mensagem
1
Enviar mensagem
Oi 😊
Estou navegando pela página Crianças rotuladas: quais impactos podem causar? e estou com dúvida. Pode me ajudar?
Powered by