Instituto da Criança | Educação Infantil | Portal Sem Choro

O Instituto da Criança atua na escola infantil e ensino fundamental e fica no bairro Santa Lúcia, em Belo Horizonte.

Missão
A escola ainda é a instituição que pode melhor sistematizar os conhecimentos já construídos pelos homens numa determinada época, cultura, sociedade. Isso implica numa educação contextualizada, que permita ao aluno pensar, organizar, estruturar, processar e reconstruir tal realidade.  No Instituto da Criança, por concebermos a educação como valor indispensável, nos propomos a uma pedagogia que leve à formação integral e permanente do nosso aluno. Buscamos a construção de um ser humano melhor consigo mesmo e com os outros. Aquele que possa entender e conviver com a pluralidade e diversidade do tempo atual.
Como papel privilegiado da escola, enfatizamos a construção das estruturas lógicas de pensamento e operações cognitivas delas advindas. A capacidade de inferir, abstrair, generalizar, formar conceitos, raciocinar logicamente etc. Como também as estruturas e capacidades afetivas e sociais, de acordo com a teoria psicogenética de Jean Piaget.
O ambiente escolar deve proporcionar prazer e novos desafios e o aluno deve  ser o sujeito de sua aprendizagem. Em um processo interativo em que intervêm alunos, professores e conhecimentos.

Visão

  • O entendimento de que a função primordial da educação escolar não é “aprender determinados conteúdos, mas “aprender a aprender.”
  • Entender a escola como espaço social de construção de significados éticos necessários e constitutivos de toda e qualquer ação de cidadania e dignidade do ser humano.
  • O assunto a ser estudado precisa ter significado e ser contextualizado, para que a criança se envolva no processo de ensino/aprendizagem.
  • As ideias prévias dos alunos se constituem em ponto de partida para compreensão e/ou aquisição de novos conhecimentos.
  • A participação da família no processo de educação escolar é fundamental e isso implica em diálogo, cooperação e parceria entre pais e escola.
  • Tudo o que o aluno aprende na escola é “conteúdo escolar”, seja ele conceitual, procedimental ou atitudinal.

Educação Infantil

A denominação Educação Infantil compreende o Maternal: idade de 1 a 3/4 anos e Períodos: idade de 4 a 5/6 anos.
Na Educação Infantil, consideramos dois âmbitos de experiências:
1) FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL
Oferecer condições para que as crianças aprendam a conviver, a ser e estar com os outros e consigo mesmas, em uma atitude de aceitação, respeito e confiança.
2) CONHECIMENTO DE MUNDO
Referem-se à construção das diferentes linguagens pelas crianças e às relações que estabelecem com os objetos de conhecimento. Destacam-se os seguintes eixos de trabalho: Movimento, Artes Visuais, Música, Práticas de linguagem, Natureza e Sociedade, Matemática.
–  Aulas especializadas: a partir do 1º período: Artes, Música, Educação Física e Mente Inovadora.
–  Rotina: a rotina diária da turma inclui atividades diversificadas, individuais e coletivas, planejadas de acordo com a faixa etária, necessidades e interesse do grupo.
O espaço é organizado de maneira a propiciar a ação física e mental da criança.
Relação com as famílias: o relacionamento formal com as famílias se dá com reuniões coletivas de pais, entrevistas individuais e anotações na agenda do aluno.

Ensino Fundamental

O Ensino Fundamental inicia-se no 1º ano e termina no 5º ano.
Nossa proposta favorece a interdisciplinaridade, a transdisciplinaridade e a produção de conhecimentos integrados.
As modalidades organizativas – atividades permanentes, atividades ocasionais, sequências didáticas e projetos – orientam o trabalho com os conteúdos escolares.
Além do Português, Matemática, Geografia, História e Ciências, os alunos do 1º ao 5º ano têm aulas de Informática, Educação Física e Artes, Jogos (Mente Inovadora), Música e Inglês.
Até o 1º ano do Ensino Fundamental, a avaliação é qualitativa, expressa em relatórios individuais do aluno. A partir do 2º ano, além da avaliação qualitativa, há também avaliações somativas, cujo resultado mínimo para aprovação à série seguinte é de 60%.
Relação com as famílias: o relacionamento formal com as famílias se dá com reuniões coletivas de pais, entrevistas individuais e anotações na agenda do aluno.