Instituto Tarcísio Bisinotto | Escola Infantil | Portal Sem Choro

Instituto Tarcísio Bisinotto

Seja a(o) primeira(o) a avaliar

Sobre Instituto Tarcísio Bisinotto

Inaugurado em 1997, o ITB Instituto Tarcísio Bisinotto foi a primeira escola do bairro Belvedere, em Belo Horizonte. O Instituto oferece estrutura física adequada, ensino qualificado, equipe dedicada e horários diferenciados para crianças de 4 meses a 6 anos.

Sua localização privilegiada, de frente a Serra do Curral, se conjuga a uma infraestrutura com acessibilidade as crianças, turmas reduzidas para favorecer o aprendizado e a atenção dos alunos, espaços conjugados para atividades lúdicas e literárias e equipamentos de segurança nas áreas internas e externas da escola.

Pilares da Educação

  • Aprender a conhecer: supõe aprender a aprender, exercitando a atenção, a memória e o pensamento. Desde a infância o aluno deve aprender a prestar atenção às coisas e às pessoas, experimentar, vivenciar todos os momentos daquela aprendizagem.

 

  • Aprender a fazer: está ligado à questão de como por em prática os conhecimentos e, também, em como adaptar a educação ao trabalho. Porém, aprender a fazer não pode ter o significado simples de preparar alguém para uma determinada tarefa através da transmissão de práticas rotineiras. Qualidades como a capacidade de comunicar, de trabalhar com os outros, de gerir e de resolver conflitos tornam-se cada vez mais importantes.

 

  • Aprender a viver juntos: viver com os outros representa um dos maiores desafios da educação uma vez que a história da humanidade sempre foi conflituosa. Além da transmissão de conhecimentos, a escola precisa aproveitar todas as ocasiões de aprendizagem para levar os alunos a tomar consciência das semelhanças e da interdependência entre todos os seres humanos.

 

  • Aprender a ser: a educação deve contribuir para o desenvolvimento total do indivíduo – espírito e corpo, inteligência, sensibilidade, sentido estético, responsabilidade pessoal, espiritualidade. Todo ser humano deve ser preparado para elaborar pensamentos autônomos e críticos, formular seus próprios juízos de valor, de modo a poder decidir, por si mesmo, como agir nas diferentes circunstâncias da vida.