Parque Lagoa do Nado | Parques BH | Portal Sem Choro

Parque Lagoa do Nado

Seja a(o) primeira(o) a avaliar

O Parque Lagoa do Nado, conta com uma infraestrutura composta por biblioteca, sala multimeios, teatro de bolso, teatro de arena, quadras poliesportivas, campo de futebol, pista para caminhadas, pista de skate no estilo “Street”, playground e viveiro de mudas.

Além disso, realiza diversas atividades de educação ambiental, cultura e esporte com o apoio da Fundação Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Esportes.

Localizado na região norte de Belo Horizonte, o Parque Lagoa do Nado está entre os bairros Planalto e Itapuã, o Parque possui uma área de aproximadamente 311 mil metros quadrados e foi implantado em 1994. Sua vegetação é composta por espécies do Cerrado e por uma Mata Ciliar que circunda uma lagoa de 22 mil metros quadrados, formada pelo represamento de três nascentes. O córrego do Nado é um afluente do córrego Vilarinho, que desagua no ribeirão do Onça, unindo-se ao rio das Velhas, integrante da bacia do rio São Francisco.

 

História do Parque

Uma grande movimentação de mercadores vindo do Norte de Minas e do estado da Bahia, usavam como rota comercial o distrito de Venda Nova com destino a Sabará, Curral Del Rey e o Rio de Janeiro. Ao passarem pelas margens do riacho de águas quase cristalinas, banhavam-se e deram o nome de Córrego do Nado.

A área do Parque, até a década de 60, era um pedaço da Fazenda do ex-prefeito da capital, Américo Renné Giannetti e o uso de todo esse espaço era somente da família. Com a urbanização dos bairros ao redor, a Fazenda Janete, como era conhecida foi sendo deixada de lado pela família e ocupada pelas crianças e jovens da região que usavam-na para brincar.

 

Nesta época, o uso da área era restrito à família e aos seus amigos. Com a ocupação dos bairros e a chegada da urbanização na década de 60, a Fazendinha Janete, como era chamada localmente foi caindo no abandono até que, no início dos anos 70, crianças e jovens da região começaram a utilizá-la como área para recreação e lazer.

Somente em 1973 iniciou uma conversa sobre a construção de um parque no local. Em 81, um decreto desapropriou a área, tendo como destino, a construção de um conjunto residencial. Uma lei municipal de 1984 autorizou a compra do terreno,  mas foi somente em 1994 que o parque foi inaugurado com a infra estrutura dos tempos atuais e pode cumprir o objetivo inicial.

 

(Fonte: PBH e lagoadonado.blogspot.com.br)